fundo.png
MOCKUP-SITE.png

Imperialismo, Questão Agrária e Educação

Organizadores: Luiz Carlos de Freitas, Leomar Rippel, Gracialino da Silva Dias e Sidemar Presotto Nunes

ISBN: 978-65-8600-85-6

Nº de páginas: 376

Ano: 2021

O conjunto dos pesquisadores, de cujas pesquisas têm os seus artigos publicados nesta obra,parte da compreensão teórica de que o capitalismo, como modo de produção dividido em classes sociais antagônicas, se desenvolve de modo desigual. Esse desenvolvimento desigual gerou, desde o início do Século XX, de um lado, um conjunto de países de capitalismo avançado como países imperialistas, que se tornaram sede dos monopólios e, portanto, dominantes dos demais; e, do outro lado, gerou um grande número de países e povos dominados sob a forma de colônias ou semicolônias. Compreender, portanto, o caráter desigual do seu desenvolvimento, bem como os aspectos contraditórios marcados pela exploração do trabalho sob a forma de mercadoria do capitalismo, na era do imperialismo, são partes dos esforços teóricos dos autores no recortedos seus objetos de pesquisa retratados pelos capítulos deste livro.