O que ninguém viu

Jandir Chiaparini

Este livro, que ora tenho o prazer de apresentar, é o resultado da compilação dos artigos escritos pelo autor ao longo de sua vida para jornais de circulação local. Mas não só isso! A obra traz resultados de vivências práticas, receitas e projetos técnicos ao longo de mais de trinta anos. Partindo de experiências diárias, bem como do seu interesse nas temáticas relacionadas à agricultura e o ambiente, Jandir encontrou nas letras o meio pelo qual sua vida profissional passou a ser eternizada. A organização da obra tem por intuito compilar esses artigos e manter a memória viva. O conteúdo é atemporal: além de períodos históricos, perpassa os contextos socioculturais. De fácil entendimento, os artigos, à época, certamente atingiam facilmente a maioria dos leitores. Hoje, não há diferença. As temáticas, e, consequentemente as preocupações que afloravam com as discussões, permanecem no centro democrático das escolhas: desmatamento, conservação do solo, uso de agrotóxicos, diversidade, a inserção dos seres humanos na natureza e a (im) possibilidade da construção de uma relação harmônica. Por Joana Silvia Mattia Debastiani, na Apresentação.

CAPA.png

Rio Paraná:
Encantaria brasileira

Autor: Maurício Santos

ISBN: 978-65-995860-3-3

Nº de páginas: 53

Ano: 2021

Aqui no sincopado desses causos o mundo acaba bem contente em barrancos e renasce muitas vezes entre as barrancas. 
Nesse glossário desde a sombra da Araucária até as bodas de Zumbinha, vemos surgir a anatomia de um Rio, anatomia de um corpo encantado com um sem fim de rostos, um sem fim de braços e de nomes. Aqui o Paraná é um rio e é infinito, com águas que nos atravessam, onde seja ponte ou seja barco é pra dentro do rio, o destino final da viagem.